Postagens

VOCÊ PERTENCE

PERTENCIMENTO indica inserção, inclusão, identificação.
ARTES são manifestações dos inconscientes. Artes tem significação própria, insere-se numa percepção de memória longínqua, próxima, mas íntima, pessoal.
Quando varias pessoas se identificam com os estímulos que amanam da obra surge o PERTENCIMENTO. Essa percepção não se confunde com religião haja visto a existência de identificações inconscientes ou memórias entre pessoas e suas histórias humanas. ARTE simboliza os encantamentos advindos das aptidões humanas, é o perceber divinal dos seres humanos, portanto nada tem de religiosa em nada se confunde com religião mesmo estando a sobrevivencia de seus operdores intimamente ligada à condição de dar Fé!

Dama!!!!!!!!!!

MERA MUDANÇA DO GÊNERO, PELO MACHISMO DE MULHERES E HOMENS A COISA MUDA.

Sobre a performance no MAM.

Verificamos a polarização entre a menina e o ator nú.
( a anuência da mãe e sua educação não interessam, a responsabilidade do museu em sinalizar previamente as exposições sensíveis são desconsideradas)
Troquemos os sexos da narrativa. Então, sendo assim, fica aceitável?

O LIVE morto!

Observo nesse momento nossa existência em dois mundos de comunicação: O presencial, o virtual.
Observo tecnicamente pela ajuda de profissionais da área virtual no que se traduzem o alcance, a visualização, a curtida, o compartilhamento, o comentário.
Observo que há muita gente DIVULGANDO seus TRABALHOS e CONVOCANDO a PRESENÇA das pessoas.
Observo o quanto nos custa caro estar presente nesses dias e que, na contramão desse raciocínio, nossa socialização no impele à reagir!
Nenhum LIVE substitui a presença. Estar presente é vivenciar o deslocamento e sua paisagem, a chegada e seus encontros, o evento e suas belezas. Todos os sentidos ativos. Olhares, tatos, audições, paladares, olfatos... Estar vivo no momento, inserido no lugar e sob suas condições.
Se há o custo da materialidade (e por menor que seja sempre há) o lucro sobressai sobremaneira nas perspectivas que se abrem ao encontrar PESSOAS, OLHÁ-LAS, OUVÍ-LAS, TOCÁ-LAS...

Sinto que por questões diversas temos nos acomodado em assis…

Sérgio Sá - Fora de Prumo

Imagem
Sérgio Sá - Fora de Prumo outubro 03, 2017
Estava on line por volta das  10:00h da manhã, creio eu, quando o jornalista Dalwton Moura, pelo chat, me indaga sobre o falecimento do Serginho. Fiquei gaguejando mas, certo de que seria um engano, fui vasculhar as notícias por aqui. Serginho e eu havíamos nos falado há 4 dias atrás, quando me dissera que estaria vindo a Fortaleza, sozinho, para buscar meios para sobreviver, já que , em São Paulo, não estava dando mais e Cris, sua esposa, viria em Dezembro, pois tinha compromissos com um curso de produção cultural. Fui à página dele no Facebook e percebi as condolências... Um arrepio me veio silenciosamente. Me deparei com o perfil de sua sobrinha e foi por seu intermédio que tive a dolorosa confirmação. Conheci Serginho Sá nos tempos de Barraca Subindo ao Céu (anos 90), quando Robston Medeiros (acho) me mostrou sua figura entre o público. Como sempre era convidado a dar “canjas” com a turma da casa, logo me apressei em fazê-lo, cantando …

Nordestinismos

https://soundcloud.com/marcuscaffe-ce

A varredura...

Tufões, ciclones, tempestades, tsunamis, terremotos...a natureza dita as regras...Não há míssel, bomba, teste nuclear não há...Tão pouco há máfia, gang, partido, governo que se oponha as decisões da natureza.
Não há tecnologia, ideologia, filosofia que desvende os mistérios da mãe terra...
Quando ela se impõe à seu tempo e modo só nos resta pedir proteção, correr, fugir e refletir.
Estamos irremediavelmente juntos e por qualquer "coisa" que nos degladiemos nada será importante o suficiente para alterar essa realidade.

SOMOS TODOS UM