Pular para o conteúdo principal
Ouça Faceira (Eugênio Leandro) de marcus caffé #np na #SoundCloud https://soundcloud.com/marcuscaffe/faceira

Postagens mais visitadas deste blog

21 anos atrás com Belchior, dias passam rápidos!

Passada a Bienal do Livro de tantos encontros, descobertas e frissons em uma cidade que enfrentava simultaneamente o incendiar de ônibus tivemos o evento MALOCA que comemorou os 18 anos do CDMAC de todos nós.

De 27 à 30 de Abril, exatamente passados 12 dias do evento literário.

Eis que no ultimo dia de evento nos chega a noticia da passagem de Belchior....uma dor na cabeça me ocupa durante todo o dia e me inscrevo para participar em sua homenagem já instantaneamente incorporada pelo evento do Dragão....preciso de tempo para ir e voltar nas memórias.


RETROVISOR:
Em 1996 conheci Belchior por telefone em São Paulo onde me hospedei na casa de amigos irmãos Aila e Valentim (anjos). Fui até lá executar o projeto de CD MATIZ (primeiro projeto de áudio aprovado pela Lei Jereissati de Incentivo à Cultura e primeiro Projeto de àudio da Via de Comunicação de Rachel e Maru). Tivemos o apoio 100% da Teleceará, que também apoiou a construção do CDMAC. Esse trabalho teve a direção e Arranjos de Sérgio S…

A SOBREVIVÊNCIA DO MÚSICO PROFISSIONAL NO ESTADO DE EXCEÇÃO

Músico é uma categoria bem peculiar....a percepção do músico, seja profissional ou amador é filtrada pelo mundo místico dos sons. Para o músico a música não finda e cada momento tem certa trilha sonora, qualquer movimenta suscita uma lembrança sonora, um estudo, uma ritmica...Há músicos tantos!!!
Na Justiça há inúmeros compositores, instrumentistas, teóricos, na medicina há também uma quantidade imensa de músicos, na engenharia, na tecnologia, no jornalismo, na teologia; Músico é dessa maneira um estado de espírito antes de ser profissão, mas há os profissionais, aqueles que dedicam a vida ao estudo de seus instrumentos e suas potencialidades técnicas e expressivas e assim conseguem se manifestar, extrair de nós ouvintes sensações pontuais, pessoais, universais....
Músico profissional tem uma missão de caráter sensorial e sendo assim não pode se privar dos ônus e bônus desses ser para o mundo.

Nesse momento, enquanto profissional das artes me deparo com diversos colegas que como eu s…

Sérgio Sá - Fora de Prumo

Sérgio Sá - Fora de Prumo outubro 03, 2017
Estava on line por volta das  10:00h da manhã, creio eu, quando o jornalista Dalwton Moura, pelo chat, me indaga sobre o falecimento do Serginho. Fiquei gaguejando mas, certo de que seria um engano, fui vasculhar as notícias por aqui. Serginho e eu havíamos nos falado há 4 dias atrás, quando me dissera que estaria vindo a Fortaleza, sozinho, para buscar meios para sobreviver, já que , em São Paulo, não estava dando mais e Cris, sua esposa, viria em Dezembro, pois tinha compromissos com um curso de produção cultural. Fui à página dele no Facebook e percebi as condolências... Um arrepio me veio silenciosamente. Me deparei com o perfil de sua sobrinha e foi por seu intermédio que tive a dolorosa confirmação. Conheci Serginho Sá nos tempos de Barraca Subindo ao Céu (anos 90), quando Robston Medeiros (acho) me mostrou sua figura entre o público. Como sempre era convidado a dar “canjas” com a turma da casa, logo me apressei em fazê-lo, cantando …